23nov

(Prevenção de Problemas de Aprendizagem)

Os estímulos auditivos, visuais e perceptivos (táteis, gustativos, olfativos) na vida da criança são de importância fundamental como pré requisitos para o desenvolvimento da aprendizagem.

Chocalhos, móbiles, bichinhos musicais, cores, massinha de modelar etc ajudarão no desenvolvimento desses sentidos. Enquanto a criança explora aprende a utilizar seus sentidos se divertindo despertará a curiosidade. Os estímulos ajudam no desenvolvimento da atenção principalmente se conduzido por um adulto que possa utilizar palavras como : “olha, veja etc” ( para estimular a visualização), “ouça, escute etc” (para o auditivo) , “sinta, pegue, gostoso, cheirinho etc” (para estimular a percepção cinestésica). Isto fará com que a criança coloque a atenção no estímulo desejado. O adequado será o equilíbrio dos três sentidos fazendo com que a criança se atente a cada um deles de maneira natural.

O ideal é procurar dar à criança brinquedos pedagógicos de acordo com sua idade (procure informação em lojas especializadas, livros, pesquise na internet) e conduzí-la nas brincadeiras se e quando possível. 

Além dos brinquedos esses estímulos podem ser explorados a qualquer momento quando  estiver andando com a criança na calçada, ou num passeio e “chamar a atenção” da criança para olhar, ouvir e sentir algo no contexto, onde estarão sendo aproveitados os três sentidos de maneira natural e agradável para ajudar na aprendizagem.

“Estamos sempre aprendendo algo, todo momento, e quando direcionada à aprendizagem chega-se ao objetivo com maior facilidade.”

A criança que recebe esses estímulos desde cedo com ajuda dos pais e cuidadores, costuma se desenvolver muito bem.  Dificilmente apresentará problemas mais sérios na aprendizagem relativo à falta de estímulos. Salvo algumas exceções que envolvam problemas mais complexos como o funcionamento do cérebro e problemas emocionais relativos à dinâmica da família ou escola.

 No geral uma criança bem estimulada, que viva em um ambiente de poucos conflitos de relacionamento, ganha equilíbrio emocional e  “caminha” facilmente durante a aprendizagem escolar porque aprendeu a atentar, manipular objetos, coordenar a parte motora, concentrar-se, enfim, aprendeu a criar, pensar e desenvolver a auto confiança desde cedo. 

Uma criança bem estimulada desenvolverá uma forte tendência para construir seu conhecimento sobre esta base. Tudo isto pode e deve ser trabalhado nos primeiros anos de vida pelos pais e pela escola de educação infantil.

Chamamos isto de tratamento preventivo para os chamados problemas de aprendizagem, que deve ser uma das propostas de qualquer escola infantil, porém nem sempre esta proposta é atendida pela falta de pessoal especializado na área.

Pais – sua participação é de fundamental importância no desenvolvimento de seu filho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *